Quer empreender? Veja 5 lições de como começar no mundo do empreendedorismo



No dia 19 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, uma data que empreendedoras têm muito que celebrar. Dados da pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor, conduzida pelo Sebrae, mostram que o Brasil tem aproximadamente 24 milhões de mulheres empreendedoras. Um número expressivo que foi impactado pela crise, outros problemas financeiros e até mesmo motivado por propostas do governo, dando oportunidades para empreendedoras.


Estou neste mercado há mais de 15 anos e acredito que este mercado é muito amplo e tem grandes oportunidades para as mulheres explorarem mesmo com as dificuldades que existem no empreendedorismo e nos preconceitos que poderão enfrentar.


Empreender e ter seu negócio próprio é o sonho de muitas mulheres. Mas começar neste caminho não é tão simples assim e se faltar preparo, a futura empreendedora pode acabar desistindo dessa jornada ou até mesmo tornar este momento um pesadelo.


Tenho vasta experiência no ramo. Já tive muitos negócios pequenos antes de chegar ao sucesso que tenho hoje com minha rede com mais de 200 operações pelo Brasil, Bolívia e Argentina. De toda a minha jornada empreendedora eu afirmo que é errando que se aprende. Por isso é necessário aguentar a pressão que terá nesta nova vida. Mas jamais desistir.


Com o intuito de apoiar e empoderar mais ainda as mulheres neste mercado, e prepara-las para o mundo do empreendedorismo, listei cinco lições para iniciar na vida de empreendedora, evitando erros. Confira abaixo:


1. Invista em algo que você goste e tenha conhecimento

Algumas empreendedoras começam no caminho errado por optar por algo que está “na moda” ao invés de se dedicar ao que já tem experiência e entende. Por isso, é fundamental para começar a empreender, desenvolver um negócio com suas habilidades já existentes ou se pensa em investir, invista em algo que você se identifica. Assim evitará muitos prejuízos.


2. Faça um plano de negócio

Sem planejamento a vida da empreendedora fica bem mais complicada. Por isso, é essencial começar criando um plano de negócio, onde você estabeleça o mercado que irá atuar, público-alvo, o que será ofertado, concorrentes, fornecedores, pontos fracos e fortes do negócio, enfim, um mapa do empreendimento com informações detalhadas que irão viabilizar a ideia do empreendimento e sua gestão.


3. Tenha o pé no chão e se dedique 100%

A história que ser dona do seu próprio negócio é fácil, que terá mais tempo, horários definidos e finais de semana livres, além de ganhar dinheiro de forma rápida, é lenda! A empreendedora irá trabalhar muito 24hrs por dia, sem folga, pois sem dedicação o negócio não irá sair do papel. Por isso, é importante se dedicar 100% ao seu investimento e ter ele como prioridade em sua vida.


4. Se especialize

Quanto mais você pesquisar e estudar maiores serão seus acertos. Comece com cursos básicos para ter as primeiras noções de empreendedorismo e estratégias. Frequente palestras e eventos sobre o assunto, é uma ótima maneira de aprender conceitos, dicas práticas, além de conhecer outros empreendedores.


5. Faça networking

Conhecer outros empreendedores como citei acima, é uma forma de aumentar sua lista de contatos e futuros parceiros. Além disso, é fundamental para o crescimento do seu negócio. Por isso, cultive esses contatos de forma espontânea para boa referência do seu negócio.

#luziacosta #empreendedorismo #empreendedorismofeminino #diamundialdoempreendedorismofeminino #sóbrancelhas #ficas #empreendedoras #mulheres #mulheresnocomando

Posts Em Destaque
Posts Recentes