Especialista ensina estratégias para reduzir os efeitos da crise nos negócios



É hora de assimilar que o mundo que existia há um mês não existe mais. E, quanto mais rápido nos dermos conta disso, mais facilmente nos adaptaremos a essa nova realidade. Como bem disse Charles Darwin, “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas aquele que melhor se adapta às mudanças”.


Assim, criatividade e resiliência devem ser palavras-chaves no dia a dia dos negócios daqui pra frente. Por isso, Luciana Ikedo, assessora de investimentos e sócia-proprietária do escritório Ikedo Investimentos, elegeu algumas dicas para ajudar empreendedores e empresários a reduzir os efeitos da crise e passar por essa fase da melhor forma.

Confira:


Fluxo de Caixa

Faça uma projeção para os próximos 4 meses considerando os custos fixos que não podem ser cortados;

Fornecedores

Negocie a possibilidade de redução nos valores acordados antes da crise;

Dê atenção especial às dividas

Solicite a prorrogação das suas dívidas bancárias. As cinco principais instituições bancárias do país anunciaram recentemente que estão comprometidos em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas para os contratos vigentes em dia;


Tributos

Fique atento às medidas de prorrogação de vencimento de tributos, como a do Simples Nacional que já foi aprovada e posterga os vencimentos de março, abril e maio de 2020;

Refaça seu orçamento

A conta não fechou? Fique atento às linhas de crédito que estão sendo implementadas neste momento, como a Linha de crédito “Desenvolve SP”, que possui contratação online e possui condições especiais e convidativas: juros de 1,2% ao mês, carência de 12 meses para o início do pagamento e parcelamento em até 60 meses e a linha para financiamento da folha de pagamentos por dois meses, resultado de uma parceria entre o BNDES e os principais bancos privados do país;

Inove e seja criativo

Busque formas alternativas de manter-se próximo dos seus clientes, como implantação de atendimento virtual, criação ou ampliação do sistema de entrega delivery, sistema de drive-thru, onde o cliente pode passar pelo seu estabelecimento e retirar o pedido em mãos, e até mesmo a geração de conteúdo relevante nas redes sociais que seu público consome. Lembre-se: em período de quarentena, as pessoas tendem a consumir ainda mais informação;

Aprimore conhecimentos

A atividade econômica está reduzida? Aproveite para estudar e aumentar o seu conhecimento sobre gestão, negócios e até mesmo finanças. Também pode ser um bom momento para treinar todo o seu time para que estejam prontos para a retomada.


Sobre Luciana Ikedo

Com 24 anos de experiência e certificações CFP® e CPA 20, essenciais na área de finanças, Luciana Ikedo é assessora de investimentos e sócia-proprietária do escritório Ikedo Investimentos. Administradora por formação, aprofundou conhecimentos com MBA Internacional em Gestão Empresarial pela FGV, em International Strategic Business Leadership Paths to the Future da Universidade de Ohio e com MBA em International Business Immersion, cursado na Universidade de Tampa, Flórida. Atuou em cargos gerenciais em grandes empresas e nas principais instituições bancárias privadas do país. Acumula ainda experiência acadêmica como docente universitária nos cursos de pós-graduação EAD na Universidade Brazcubas, em Mogi das Cruzes.

#crise #estratégias #financeira #sóbrancelhas #luziacosta #dicas

Posts Em Destaque
Posts Recentes