Em ano de crise, Sóbrancelhas inaugura 13 novas unidades e traz lançamentos


O ano de 2020 não foi fácil para muitas empresas devido a crise econômica causada pela pandemia do Covid-19. Muitos empreendimentos de diversos setores sofreram as consequências negativas e tiveram que fechar as portas, os que sobreviveram tiveram que se reinventar para continuar no mercado.


O franchising é um setor que sentiu os impactos devido à grande quantidade de operações instaladas em shoppings centers que tiveram suas atividades interrompidas neste período de quarentena. Porém alguns segmentos inseridos neste mercado utilizaram este cenário desafiador para crescer e criar novas estratégias para continuar se destacando.


Franquias no segmento de beleza e estética foram uma das primeiras empresas que sentiram os impactos negativos, mas como é um dos setores que não param de crescer há anos, também conseguiram se reinventar rapidamente para se manter e até mesmo ampliar o faturamento.


É o caso da rede de embelezamento do olhar e da face, Sóbrancelhas, com mais de 6 anos do mercado, a marca aproveitou o ano de 2020 e todas suas dificuldades para lançar novidades que auxiliaram no desenvolvimento da franquia nestes meses de crise.


“Nós também fomos afetados, em determinado momento tivemos 100% das operações fechadas, sem atender clientes presencialmente, mas isso não nos fez parar literalmente. Aproveitamos para lançar grandes mudanças que estão fazendo a diferença neste novo normal”, afirma Luzia Costa, CEO da marca.


Além de inaugurar 13 novas operações por todo o Brasil, a Sóbrancelhas está com 18 contratos assinados para lançar. “Com o desemprego e muitas suspensões de trabalhos, muitas pessoas enxergaram a oportunidade de começar um novo negócio”, comenta.


Acompanhando este novo cenário, a rede lançou a nanofranquia, que é uma alternativa para as pessoas que foram atingidas pela crise. A nanofranquia tem investimento a partir de 8 mil reais e é direcionada para profissionais da área de beleza que possuem um espaço ou s